Área Restrita

Novidades

Proposta pedagógica inovadora é uma das atrações principais na comemoração do São João

Como todo mundo sabe, o mês de junho é marcado por uma tradição: os festejos juninos. A festa é antiga, originou-se na Idade Média na celebração dos Santos Populares, o Santo Antônio, São João e o São Pedro, comemorados nos dias 13, 24 e 29, respectivamente. Neste período festivo, as comidas típicas da data são consumidas com mais intensidade, e há, ainda, caracterização e danças que fazem parte da cultura popular. Aqui na escola essa é uma das comemorações mais aguardadas e queridas tanto pelas crianças quanto pelos pais e funcionários, uma vez que reúne toda família Balãozinho Mágico em um único evento.

Com o intuito de fazer desta festa ainda mais animada e alegre, optamos por trazer mais uma novidade neste quesito. Utilizando uma metodologia pedagógica mais atual e moderna para conduzir a festa, os coreógrafos Dimas Carlos e Gleydson Almeida vieram mostrar que a dança é muito mais daquilo que nossos olhos podem ver. Ela é uma forma de expressar que ultrapassa as palavras e as crianças se divertem e aprendem ainda mais. Gleydson Almeida, que também é professor de teatro e responsável pela coreografia dos alunos da educação infantil, aposta na dança livre, sem amarras, onde a criança possa agir com naturalidade, deixando os movimentos mais suaves. “A criança precisa de autonomia. Ela vai dançar quando quiser, e se quiser. Assim, vai desempenhar a dança com mais primor e vontade”, afirma Gleydson.

Gleydson Almeida

Gleydson Almeida é professor de teatro e responsável pela coreografia dos alunos da educação infantil (Foto: Tamires Olivieri)

gleydson 2

(Foto: Tamires Olivieri)

Mudando a perspectiva de sempre ter uma professora para conduzir os alunos, esse ano eles estarão mais livres para desempenhar os movimentos. Os coreógrafos trabalham com assuntos do universo infantil, formas geométricas, situações cotidianas, e cada criança contribui com um pouco de sua experiência de vida para compor a montagem. O interessante é que, para os alunos do ensino fundamental, há um diálogo maior, antes mesmo dos passos marcados. Eles conversam sobre os movimentos e formas que irão ser desempenhadas durante a apresentação. Dimas Carlos, que também é diretor do Ballet Municipal de Natal, e responsável pela coreografia dos alunos do ensino fundamental, afirma que a arte é uma ferramenta que também se utiliza da expressão corporal e da formação do cotidiano, podendo ajudar o professor em sala de aula. “Trabalhamos as expressões e as impressões com interface na pedagogia do movimento. Mergulhados no universo geométrico, as relações entre professor e alunos terminam produzindo toda composição coreográfica. Faço com que eles descubram coisas do seu próprio universo e a relação dessas coisas com o que a dança irá propor, perguntando sempre o que vou fazer, como vou fazer e para quem vou fazer. Eu não fujo da realidade, não sou invasor. Venho contribuir”. Finalizou, Dimas.     

Dimas Carlos

Dimas Carlos é diretor do Ballet Municipal de Natal e responsável pela coreografia dos alunos do ensino fundamental (Foto: Tamires Olivieri)

 

Dimas 2

Foto: Tamires Olivieri

Esse ano, como nos anos anteriores, as apresentações prometem emocionar e divertir a todos. Mas o tema é um dos elementos principais deste grande evento.  Arraiá do Balãozinho por uma cultura de paz faz parte da temática anual da escola, que busca promover a paz em todos as esferas da sociedade. O tema vem sendo desenvolvido nas atividades de sala e em todos os eventos promovidos pela instituição.

E não para por aí, a festa acontece no dia 9 de junho, às 17h, e conta com a presença dos familiares, alunos e funcionários. Ainda teremos barracas com comida típica, brinquedos e banda de forró animando todos os presentes.

Texto: Tamires Olivieri (Jornalista/ Escola Balãozinho Mágico)